Blog | 30 Mayo, 2023

AZAB torna-se membro da IUCN

A Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (AZAB), fundada em 1977, representa 46 membros associados atualmente, e tem como missão agregar os Zoológicos e Aquários do Brasil, visando seu desenvolvimento integral, melhoria e fortalecimento.

content hero image
Photo: AZAB
AZABPhoto: AZAB

Para alcançar esta missão, a AZAB fornece apoio técnico facilitando a cooperação, capacitação, intercâmbio de conhecimentos e a realização de pesquisas nas áreas de manejo, educação e conservação, para que as instituições zoológicas brasileiras tenham uma gestão eficiente e trabalhem dentro dos mais altos padrões éticos e de bem-estar animal, não obstante, tem como visão integrar e representar este segmento, inserindo-os na comunidade zoológica internacional, atuando como uma referência em conservação ex situ no país, participando dos programas oficiais de reprodução de espécies ameaçadas e colaborando com campanhas nacionais e internacionais de educação para a conservação. Ser a interlocutora da comunidade zoológica brasileira perante organizações governamentais e não-governamentais em pautas que envolvam a conservação da biodiversidade e o manejo de fauna silvestre sob cuidados humanos, sendo este seu DNA e identidade institucional.

O trabalho continuo de intercâmbio e cooperação com associações zoológicas no mundo todo, gerando alianças estratégicas para o estabelecimento de ações cooperativas que fortaleçam a comunidade, como a Associação Latino-americana de Parques Zoológicos e Aquários (ALPZA),Associação Japonesa de Zoológico e Aquários (JAZA) Associação Europeia de Zoológicos e Aquários (EAZA)Associação Mundial de Zoológicos e Aquários (WAZA),   e  o  Species 360 são referências que comungam com o espírito da AZAB.

Nosso compromisso com o bem-estar animal está alicerçado nos mais altos padrões baseados nos cinco domínios por meio da parceria, desde 2018, com a Ong Wild Wefare no estabelecimento de um processo de certificação em bem-estar animal para os seus membros que conta com 37 instituições auditadas no momento, reforçando a natureza comprometida desta associação.

"O Comitê Brasileiro de Membros da UICN dá as boas-vindas à AZAP à comunidade de membros da UICN. Estamos certos de que sua experiência e atividades somarão muito à dos demais membros de nosso Comitê”, Maria Cecilia Wey De Brito, Presidenta do Comitê brasileiro da UICN.

Considerando a biodiversidade um dos principais fundamentos da AZAB, em 2018 estabelecemos um memorando de entendimento  para o programa de manejo ex situ de 25 espécies nativas ameaçadas de extinção com ICMBio (Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade) e MMA (Ministério do Meio Ambiente) do Brasil, corroborando com o engajamento da comunidade na conservação da biodiversidade e na atuação nos planos de ação no âmbito nacional, visando a mitigação dos impactos antrópicos sobre a biodiversidade.

O reconhecimento da AZAB pela IUCN para integrar esta comunidade vem coroar os esforços que esta associação vem praticando a 45 anos e que agora se coloca à disposição da comunidade nacional e internacional para contribuir com as metas estabelecidas com todas as organizações parcerias somando esforços em um único objetivo, identificado na missão da IUCN, “proteger os meios de vida e a cultura das populações e assegurar o uso sustentável dos recursos naturais da unidade”.

“A participação da AZAB na comunidade da IUCN proverá para a sua coletividade maior crescimento e aprendizado continuo nas iniciativas da conservação da biodiversidade, educação para a conservação, considerando um público de mais de 30 milhões de  visitantes anualmente e que potencializa as ações de sensibilização e conscientização dos visitantes sobe o seu papel de proteger o meio ambiente, nas ciências socioambientais e culturais, na conexão das pessoas com a natureza, sustentabilidade e políticas públicas, aumentando a sua responsabilidade como representante dos zoológicos e aquários no Brasil, em um  país com uma das maiores biodiversidades do planeta, o que nos confere essa missão de proteger a biodiversidade.” Mara Marques, Presidenta da AZAB.

Disclaimer
Opinions expressed in posts featured on any Crossroads or other blogs and in related comments are those of the authors and do not necessarily reflect the opinions of IUCN or a consensus of its Member organisations.

IUCN moderates comments and reserves the right to remove posts that are deemed inappropriate, commercial in nature or unrelated to blog posts.